MULHERES EM TERRA, HOMENS NO MAR

MULHERES EM TERRA, HOMENS NO MAR

Actividades - 23 de Abril de 2021 - 19h00 - Casa do Coreto, Rua Neves Costa

MULHERES EM TERRA, HOMENS NO MAR
EVENTO COMEMORATIVO DO 25 DE ABRIL

22 Abril
Sexta 19h00
M/12 - Teatro
50’
(5€ bilhete)

Os pescadores que andavam à pesca do bacalhau passavam seis meses no mar. Enquanto isso, as mulheres ficavam em casa, a governar... Esta performance, criada por Maria Gil e produzida pelo Teatro do Silêncio, teve como ponto de partida a recolha de testemunhos de algumas dessas mulheres e suas famílias, e da pesquisa feita nos acervos documentais do Museu Marítimo de Ílhavo. Um espetáculo intimista e documental, que dá voz às mulheres, contribuindo para a valorização do património imaterial da comunidade.

Criação e Interpretação: Maria Gil Apoio dramatúrgico: Miguel Bonneville Consultadoria: Elisa Silva Operação de luz, som e de vídeo: Sabrina Santos Acolhimento: Teatromosca, Casa de Teatro de Sintra – Chão de Oliva Comunicação: Sara Cunha Co-produção: Museu Marítimo de Ílhavo/Câmara Municipal de Ílhavo, Câmara Municipal de Peniche, Câmara Municipal da Murtosa Produção: Teatro do Silêncio Projeto co-financiado pelo FEDER, através do Centro 2020 - integrado no Projeto "Territórios com História: o Mar, as Pescas e as Comunidades" Agradecimentos: Tiago Pereira – A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria O Teatro do Silêncio é uma estrutura apoiada pela República Portuguesa-Cultura/Ministério da Cultura - Direcção-Geral das Artes e pela Junta de Freguesia de Carnide.

Reserva OBRIGATÓRIA:
- email teatro@luacheia.pt
- telefone  938018777 ou 966046448
Pagamento antecipado, até 24h do dia da apresentação:
MBWAY  938018777
ou
transferência NIB 0033.0000.00221450807.05

 

ATUAIS REGRAS DE FUNCIONAMENTO  DA CASA DO CORETO
Os lugares serão limitados e marcados a fim de garantir todas as medidas de segurança necessárias, pelo que a reserva deverá ser paga antecipadamente para garantir acesso ao espetáculo.
A entrada na Casa do Coreto obriga ao uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social

 

Partilhar